7 Fatos sobre San Diego que você precisa saber

San Diego, na Califórnia, é o lugar ideal para quem deseja curtir belas praias, visitar restaurantes, aproveitar pubs e baladas. Há diferentes atrações turísticas para todos os gostos e o melhor de tudo é que o clima é agradável durante o ano inteiro.

Ficou curioso para saber mais sobre a cidade? Então, fique ligado neste post!

1. Clima de San Diego

A cidade tem um clima ótimo para quem aprecia o sol e as altas temperaturas. O local costuma registrar uma temperatura mínima de 13,3ºC no inverno e 20,6ºC no verão. Ou seja, o clima é muito mais tranquilo do que no Sul do Brasil, que apresenta variações extremas nas temperaturas.

San Diego, Califórnia

2. Culinária

A cidade não tem apenas burguer e batata-frita. Devido à sua localização próxima ao México, San Diego tem forte influência dessa cultura. O restaurante La Puerta, por exemplo, é um dos mais requisitados pelos turistas e serve comida típica mexicana. Outro espaço famoso dessa culinária é o Fred’s Mexican Cafe.

Restaurante La Puerta

3. Gaslamp Quarter

Esse é um bairro histórico e charmoso em San Diego. Ele tem uma vida cultural rica, pois é repleto de bares, restaurantes, salas comerciais e eventos durante o ano inteiro. A maior curiosidade do Gaslamp Quarter é que ele começou a se desenvolver no século XIX e hoje é um dos mais famosos pontos turísticos da cidade.

Gaslamp Quarter, San Diego

4. Aerospace Museum

O museu retrata a história da aviação americana, com cerca de 60 modelos de aeronaves em exposição. A cidade foi pioneira nessa experiência, quando o piloto Charles Lindbergh fez o primeiro voo transatlântico sem escalas no ano de 1972.

Aerospace Museum

5. Parques Naturais

Quem ama ver paisagem vai se encantar ao visitar San Diego. O local reúne diferentes parques e reservas naturais. Entre os principais estão:

  • Parque Balboa, com jardins e museus;
  • Reserva Estadual de Torrey Pines, áreas com trilhas e vida silvestre;
  • Parque Natural Sunset Cliffs – com penhascos que se formaram de frente para o mar e garantem uma visão incrível do pôr do sol.

    Parque Balboa

6. Praias

A cidade tem praias de tirar o fôlego dos turistas e intercambistas. A mais famosa delas é a Huntington Beach, espaço que recebe o principal evento de surf dos Estados Unidos. Então, se você adora “pegar uma onda” pode aproveitar para surfar e apreciar a bela paisagem do local.

La Jolla Beach, San Diego

7. Bares na praia

San Diego também tem inúmeras atrações para você curtir com os amigos. O Wave House fica à beira da Mission Beach e combina música, churrasco, pôr do sol e ondas artificiais. 

South Beach

O South Beach é outra excelente opção para quem deseja combinar excelente gastronomia e praia. Ele está situado a poucos quilômetros do centro da cidade, em Ocean Beach, e oferece promoções especiais de acordo com o dia da semana. Aproveite para se divertir nesses locais e tirar fotos incríveis da sua viagem!

E aí, gostou dessas 8 curiosidades sobre San Diego e ficou animado para preparar a sua mala e embarcar na próxima aventura? Então, conheça como funciona o nosso programa CaliBreak!

Por que fazer intercâmbio no Canadá? Conheça 6 motivos!

Você está planejando uma viagem de estudo para aperfeiçoar o inglês e ainda tem dúvidas sobre qual é o melhor destino? Muitos jovens optam por fazer um intercâmbio no Canadá pelas vantagens de estudar no país: segurança, belas paisagens e qualidade na educação.

Quer conhecer os principais motivos para programar o seu intercâmbio para este país incrível? Vamos lá!

1. Qualidade de vida

Muitos brasileiros optam por fazer intercâmbio no Canadá pela excelente qualidade de vida que o país oferece. Vancouver, por exemplo, já foi eleita a terceira melhor cidade do mundo para se viver. Isso porque ela tem muitos recursos para o oferecer aos cidadãos como infraestrutura, áreas de lazer e estabilidade econômica.

2. Educação

O país também investe muito na qualidade da educação, o que o torna uma excelente opção para intercâmbio. Na última pesquisa realizada pelo Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa), da OCDE (Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico), o Canadá foi listado entre os 10 melhores níveis educacionais nas áreas de Matemática, Ciências e Interpretação de Texto.

O resultado é surpreendente visto que o país tem alto número de imigrantes. Isso só indica que esses novos alunos conseguem se adaptar rapidamente à cultura e ao ensino canadense.

3.Possibilidade de aprender dois idiomas

Fazer um intercâmbio no Canadá também é uma oportunidade única para aprender dois idiomas ao mesmo tempo. O país tem como línguas oficiais o Inglês e o Francês, logo, você pode se programar para estudar as duas.

4. Belas paisagens

O país tem uma paisagem incrível que encanta muitos brasileiros que viajam para lá. Uma opção é a Cordilheira Rocky Mountains, que tem opções para quem deseja esquiar, fazer escaladas ou apenas curtir bons momentos ao ar livre.

Cordilheira Rocky Mountains, Canadá

Há ainda as Cataratas do Niágara, que são formadas por três grupos de quedas d’água: as Canadenses, as Americanas e a Véu de Noiva. O Nahanni National Park é outro grande atrativo para turistas. Ele foi tombado como patrimônio histórico da Unesco e tem 30 mil quilômetros quadrados de área preservada.

5.Opções de trabalho

Dependendo do período que o aluno permanece no país, ele tem a oportunidade de intercalar o estudo com o trabalho. Essa opção está disponível para quem realiza um curso de Business de 6 meses com mais 6 meses de estágio remunerado.

6.Segurança

O Canadá tem um dos menores índices de violência do mundo, por isso, é considerado um local seguro para estudar e morar. A cidade de Regina, por exemplo, é considerada violenta pelos canadenses e registra uma taxa de homicídio de apenas 3,58 para cada 100 mil habitantes.

Esse índice é semelhante à da cidade de Indaiatuba, em São Paulo, considerada a segunda menos violenta do Brasil por registrar 3,5 casos para cada 100 mil habitantes.

Enfim, esses são os principais motivos que muitas pessoas decidem fazer intercâmbio no Canadá. Ficou interessado em conhecer mais sobre o país e as opções de viagem? Confira os pacotes especiais da Cali

Aplicativos de fotos: conheça os melhores e dê um up nas imagens!

Você gosta de compartilhar fotos das viagens e dos restaurantes que visita nas redes sociais? Já foram desenvolvidos diferentes aplicativos de fotos para dar um “up” nas imagens e caprichar na rede.

Muitos apps permitem a inserção de filtros, edições, montagens e outras funcionalidades que são capazes de deixar as imagens mais profissionais. Ficou curioso para conhecer os principais aplicativos de fotos? Então vamos lá!

 

1. Facetune

Este aplicativo é muito fácil de utilizar. O usuário consegue retocar imagens e corrigir imperfeições, como clarear os dentes, remover espinhas e manchas na pele. O Facetune também disponibiliza filtros para dar mais qualidade às fotos, bem como planos de fundo para as imagens. Ele é gratuito para a versão iOS e pago para Android.

2. Adobe Lightroom

O Adobe é um software de edição disponível para empresas e profissionais da área de design. A companhia desenvolveu uma versão em aplicativo para os dispositivos móveis. Ele está disponível para os sistemas Android e iOS, com alguns recursos gratuitos. Entre eles estão:

  • alterações no contraste, cor e exposição;
  • mistura de cores;
  • textura e claridade nas imagens;
  • uso de temporizador e níveis de exposição para criar fotos profissionais.

3. Snapseed

O aplicativo foi desenvolvido pelo Google e está disponível gratuitamente para os usuários de Android e iOS. Ele tem 29 ferramentas e filtros, incluindo opções como perspectiva HDR e estrutura.

O app é um dos mais completos das versões gratuitas e disponibiliza diferentes funcionalidades:

  • cortes;
  • rotação da imagem;
  • ajustes de cor e exposição;
  • balanço de branco.

 

4. Huji Cam

Você sente falta do visual das fotografias feitas em câmeras analógicas? Já existe um aplicativo de fotos que resolve esse problema! O Huji Cam está disponível para iOS e confere um efeito vintage para as imagens, que ficam com a impressão de datas e apresentam tons mais avermelhados.

Já imaginou? É uma forma de “voltar no tempo” e produzir imagens diferenciadas para as suas redes sociais (e para sua memória)!

 

5. No Crop

Este app de fotos tem como principal característica a facilidade de publicar fotos inteiras no Instagram. Você consegue girar e redimensionar as imagens e selecionar 30 filtros diferentes. Além disso, a ferramenta conta com 400 adesivos para serem incluídos nas imagens a fim de deixá-las personalizadas. Outra funcionalidade é o compartilhamento com as redes sociais como o Instagram, Facebook e Twitter.

 

6. Adobe Photoshop Express

Este é um ótimo aplicativo para edição de fotos e tem a qualidade da marca Adobe. Ele permite colagens, recortes e rotação de fotos, bem como apresenta 45 efeitos para as imagens. Entre as funcionalidades preferidas de muitos usuários estão a remoção de manchas e sujeira.

O app é fácil de ser utilizado e ainda permite a adição de textos nas fotos. Você pode utilizar fontes variadas, cores e transparências para criar cenários incríveis. Com apenas um clique você já consegue compartilhar as imagens nas principais redes sociais.

 

E aí, quais desses aplicativos de fotos você mais gostou? Aproveite para baixar e testar as ferramentas e comece a compartilhar imagens incríveis com os amigos!

 

Gostou deste artigo e quer conferir mais dicas? Confira o post que ensina como criar bons ângulos para sua fotografia de viagem!

Programando a próxima viagem? Veja os destinos que estão bombando!

Quem é apaixonado por viagem está sempre pesquisando dicas de lugares para conhecer. A novidade é que alguns dos principais destinos que estão bombando são pouco conhecidos pelos brasileiros.

Segundo uma pesquisa do Booking realizada com 21.500 pessoas de 29 países, os viajantes dão atenção para o orçamento na hora de programar os passeios. Outro aspecto que chamou a atenção no estudo, é que mais da metade dos brasileiros que gostam de viajar (59%) pretendem utilizar o dinheiro com experiências e entretenimento. Por isso, nós separamos para você destinos incríveis. Que tal conhecer?

Wadi Rum

Se você busca um lugar inusitado para conhecer, esse é o destino perfeito! A cidade de Wadi Rum, localizada na Jordânia, tem um cenário de deserto. Isso mesmo! São montanhas de areia e cânions espalhados pelo lugar, camelos e muito silêncio ao redor.

A melhor maneira de conhecer o local é com a presença de um guia. O trabalho geralmente é realizado por beduínos, os árabes seminômades que gostam de viver no deserto. Essa também é uma oportunidade de conhecer suas histórias e cultura. O ideal é agendar a visita com antecedência para já deixar definido o ponto de encontro. Há duas principais formas de visitar o local: por meio de um circuito em um Jeep 4X4 ou em um dromedário. Só isso já garante muita aventura durante o passeio!

Passeio de dromedário em Wadi Rum

Ouarzazate

O local é indicado para quem pretende sair do roteiro básico pelo Marrocos. A cidade fica localizada no sul das Montanhas Atlas, dando acesso ao deserto do Sahara. Se você for para lá, provavelmente poderá acompanhar um lindo nascer e pôr do sol. O lugar reserva uma paisagem estonteante e diferente e você ainda poderá ver muitas gravuras pré-históricas.

Ouarzazate, no Marrocos

Antes de escolher a data da viagem, faça uma pesquisa sobre o clima do local. O inverno em Ouarzazate pode ser bem rigoroso e com muita neve e o verão com temperaturas extremas. Então, dê preferência para os períodos de outono ou primavera.

Nusa Penida

A cidade fica localizada na Indonésia e pode ser um destino complementar para quem também faz uma viagem a Bali. O local é paradisíaco e pouco conhecido pela maioria da população, o que garante momentos de tranquilidade durante o passeio.

Nusa Penida, ilha na Indonésia

A ilha é de tirar o fôlego dos amantes da natureza, pois conta com praias de areia branca e água cristalina. O mergulho e os passeios de snorkel são as grandes atrações deste destino.

Samarkand

Essa é a segunda maior cidade do Uzbequistão. Ela fica próxima da antiga Rota da Seda e reúne arquiteturas medievais e monumentos considerados Patrimônio da Humanidade.

Samarkand, no Uzbequistão

Samarkand é uma das cidades mais antigas do mundo. Acredita-se que ela foi fundada em 700 antes de Cristo e depois foi conquistada pelo rei Alexandre, o Grande. Ou seja, é um território repleto de histórias e cultura.

Leeuwarden

Outro local encantador é Leeuwarden, na Holanda. A cidade pode ser explorada de bicicleta, sendo o destino indicado para quem gosta de museus, bons restaurantes e pubs charmosos. O município tem apenas 100 mil habitantes e fica a 1h30min de carro a partir de Amsterdã.

Leeuwarden, na Holanda

Esses são os destinos que estão se destacando em 2019. Qual deles você pretende conhecer? Deixe seu comentário e compartilhe a sua ideia!

Como tirar boas fotos durante a viagem? Confira 4 técnicas!

A mala está pronta e você já está esperando o avião para embarcar na viagem dos sonhos. Foram meses de espera, ansiedade e agora chegou o momento de curtir o passeio e fazer registros para guardar de lembrança. E aí, como tirar boas fotos para publicar nas redes sociais, mostrar aos amigos ou simplesmente recordar depois?

menina tirando foto com monumento

Como fazer registros das suas viagens

Não é preciso ser um fotógrafo profissional para fazer imagens que vão demonstrar sua alegria e entusiasmo durante o passeio. Com o uso de algumas técnicas, é possível aproveitar a câmera do seu smartphone ou tablet  para registrar momentos incríveis. Vamos lá?

 

1. Atenção ao “timing”

Algumas situações são únicas e dar atenção ao “timing” é primordial para não perder o registro. Esse pode ser o grande desafio da sua viagem, pois haverá muita novidade ao seu redor.

Tela de um celular tirando foto do nascer do sol

Tirando foto do nascer do sol

Se você acordou cedo e está diante de um lindo nascer do sol, por exemplo, só conseguirá fazer a foto se estiver com o celular na mão (e com bateria, claro!). Por isso dizemos que o timing é importante: é necessário identificar a imagem que se deseja registrar e agir rápido, pois não é possível “recriar” determinados cenários ou situações.

 

2. Enquadramento adequado para tirar boas fotos

Uma imagem bonita depende muito do enquadramento utilizado. A principal técnica usada pelos fotógrafos é a regra dos dois terços, pois acredita-se que o cérebro humano dá mais atenção para os objetos que aparecem no terço vertical ou horizontal.

menina sendo fotografada enquanto tira outra foto

Regra dos dois terços

Por exemplo: em vez de tentar enquadrar uma pessoa bem no meio do ambiente, procure deixá-la um pouco mais à esquerda ou direita. Isso dá mais espaço para você mostrar a paisagem e ainda concentra a atenção nos “dois terços” da foto.

 

3. Iluminação e criatividade

Ainda está se perguntando como tirar boas fotos durante a viagem? Aqui vai mais uma dica: aproveite a iluminação disponível. Muitas vezes é possível criar uma imagem diferente quando o sol baixa e faz sombra em determinado objeto. Essa é uma oportunidade de brincar com a câmera e usar a criatividade para ter fotos incríveis!

Casa do hobbit

Condado dos Hobbits na Nova Zelândia

A iluminação em excesso, por sua vez, pode causar um inconveniente. Se você fizer a foto contra o sol, por exemplo, a imagem ficará branca e provavelmente não haverá muito para ser aproveitado.

4. Diversidade de ângulos

É muito interessante variar os ângulos das pessoas e objetos nas fotos  para ter boas memórias da viagem. Procure trocar o lado utilizado para registrar os pontos turísticos, faça ângulos de baixo para cima e vice-versa e troque o lado em que a pessoa aparece.

menina tirando foto de cima para baixo

Foto de outros ângulos.

Também é interessante testar recursos da câmera para focar ou desfocar objetos. Você pode colocar flores na frente desfocadas e deixar a atração principal mais para trás, por exemplo.

Outra ideia é utilizar o próprio ambiente para criar “molduras” fictícias para deixar suas fotos mais atrativas. Para isso, pode-se utilizar a parede de um lugar, estátuas, pedras, entre outras opções.

 

Agora você já sabe como tirar boas fotos durante a viagem! Basta ter um pouco de paciência, observar o ambiente ao redor para aproveitar o timing certo, caprichar na iluminação e enquadramento.

 

E aí, pronto para testar essas dicas? Depois, aproveite para compartilhar as suas fotos da viagem nos comentários abaixo. 

Ama o verão? Veja 5 motivos para conhecer a Austrália!

Está pensando em viajar para estudar inglês ou apenas curtir as férias? Ama o verão, praia e belas paisagens? Então, não desgrude deste artigo que temos muitas dicas para você! A ideia de hoje é mostrar os principais motivos para conhecer a Austrália. Se liga no spoiler: há muitas opções de lazer e entretenimento no país. Vamos conferir?

 

1. As praias são deslumbrantes

Um dos principais motivos para conhecer a Austrália é a sua quantidade e qualidade de belas praias. O país tem ambientes paradisíacos, com diferentes recortes da natureza e águas cristalinas. É só escolher um destino e lá estará uma praia esperando por você.

Praia de Gold Coast

Praia de Gold Coast

Gold Coast, por exemplo, é o lugar perfeito para quem gosta de surfar. Já Sydney tem opções para quem deseja relaxar e apreciar a paisagem ou desfrutar das opções próximas à orla. Alguns turistas também visitam o país para conhecer as barreiras de corais, consideradas Patrimônio Mundial da Unesco. E aí, o que achou desses motivos para conhecer a Austrália?

 

2. Diferentes cenários

Será que um país com tantas praias também pode ter um deserto? Com certeza! A Austrália tem um muito conhecido, chamado popularmente de Outback. O monólito encontrado lá, denominado de Uluru, abriga cisternas e pinturas rupestres.

Outback, deserto na Austrália.

Outback, deserto na Austrália.

Já se você prefere áreas verdes também não faltam opções. A Austrália tem diferentes ambientes naturais que valorizam a vida selvagem e são considerados Patrimônios Mundiais da Unesco. Entre eles estão:
Floresta Tropical de Daintree;
Greater Blue Mountains;
Costa de Ningaloo.

imagem de uma cachoeira e a vegetação natural.

Floresta Tropical de Daintree

 

3. Animais diferentes

O país também é o lugar certo para pessoas curiosas ou que buscam um pouco de aventura. O local tem animais diferentes dos encontrados no Brasil e alguns são até perigosos. Há sapo venenoso, aranha, tubarão de água doce, crocodilo, canguru e coala.

selfie de uma canguru amigável

Canguru

Você pode conhecer muitos animais nos zoológicos ou se preferir, no habitat normal deles. Já imaginou quantas fotos diferentes poderá fazer dessa viagem?

 

4. Atrações durante o ano

Outro bom motivo para conhecer a Austrália é a infinidade de opções de diversão que o local oferece. Há festas nos feriados nacionais, como o Australia Day, na parada gay em Sydney e também uma corrida de cavalos em Melbourne. Há ainda muitas baladas e pubs pela cidade. Então, é só escolher o programa preferido e participar!

 

Vista panoramica do Australia Day em Sydney

Australia Day em Sydney

 

5. Excelente gastronomia

Se você é daquele tipo de viajante que adora experimentar a gastronomia dos locais, a Austrália é o destino certo. O país produz muitos alimentos e valoriza a cultura da região. Os frutos do mar são importantes para a culinária do país, que abriga mais de 60 espécies de animais marinhos próprios para o consumo.

O australiano também valoriza muito a carne de carneiro, que está presente em muitos pratos. Geralmente, ela vem acompanhada de batatas, ervilhas e cenouras. E claro, os cangurus não podem faltar nesse lugar. A carne é muito apreciada no país e normalmente é consumida frita ou cozida.

Carne de carneiro, prato típico da culinária australiana

Carneiro assado

 

Gostou de ver os principais motivos para conhecer a Austrália? Então é só planejar a sua viagem e traçar um roteiro especial para visitar as principais atrações do país. Se precisar de ajuda, fique à vontade para entrar em contato com a nossa equipe!

4 motivos para escolher a Califórnia para aprender inglês rápido

A melhor maneira de aprender a língua de maneira rápida e correta é fazer um intercâmbio. A Califórnia é um excelente destino para essa finalidade, pois consegue aliar conhecimento, cultura e lazer em um só lugar. Quer entender por que é melhor escolher a Califórnia? Acompanhe o post!

1. Escolas de qualidade para aprender inglês rápido

As melhores escolas de inglês estão na Califórnia. Elas são preparadas para receber brasileiros e ajudar os estudantes no que for preciso. Muitas delas fazem parcerias com agências de turismo que já oferecem uma casa especial para o aluno permanecer durante a viagem.

Estudante de inglês

Assim, você dá atenção apenas ao que importa: estudar inglês, conhecer pessoas e praticar a língua ao visitar diferentes pontos da cidade.

2. Califórnia é o berço da tecnologia

É na Califórnia que fica o Vale do Silício, considerado o lugar com as melhores escolas e empresas de tecnologia do mundo. Já imaginou quantas oportunidades podem surgir em um ambiente desses?

Empresa da apple no Vale do Silício

Muitos empresários brasileiros saem do país para passar uns dias no Vale do Silício e aprender com as tecnologias desenvolvidas na região. Então, estudar inglês no local também pode ser uma oportunidade de fazer algumas visitas e ficar por dentro de todas as novidades da área.

3. Clima agradável

Para aprender inglês rápido é necessário frequentar as aulas e se expor no dia a dia. A Califórnia facilita muito isso porque tem um clima mais ameno, com muito sol e temperaturas agradáveis. Já dá para imaginar as possibilidades que surgem daí, não é mesmo?

Pôr do sol em Venice Beach, Los Angeles, United States

Você fica com mais vontade de frequentar bares, restaurantes, praias e pontos turísticos que se tornam excelentes opções para praticar a língua.

4. Inúmeras opções de passeios

Pode ser divertido aprender uma língua estrangeira, não é mesmo? E a Califórnia tem as características perfeitas para isso! Com uma viagem rápida de carro é possível encontrar um local para esquiar, mergulhar ou fazer uma trilha.

Pier de Santa Monica

O estado ainda tem praias fantásticas como Venice Beach, Santa Monica e Malibu. Quem gosta de belas paisagens também pode conhecer o Lake Tahoe, que funciona como praia durante o verão e fica repleto de estações de esqui no inverno. Ele é considerado o maior lago alpino da América do Norte e faz fronteira entre os estados da Califórnia e de Nevada e fica cercado de montanhas em todos os lados.

 

Há ainda o Yosemite Park, um parque nacional com mais de 3 mil quilômetros quadrados. Ele é considerado um Patrimônio Mundial da Unesco, sendo formado por lagos, granito, cascatas, bosques e uma rica flora e fauna.

 

Além disso, a Califórnia é o berço do cinema. Estudar no estado permite que você conheça Hollywood e todas as atrações que ela tem para oferecer:

  • Calçada da Fama;
  • Teatro do Oscar (Dolby Theatre);
  • Museu de Cera;
  • Museu de Hollywood (que tem figurinos e artigos usados nos filmes).

Letreiro de Hollywood

Enfim, a Califórnia tem tudo o que você precisa para aprender inglês rápido e incrementar o currículo. E o melhor: a viagem de estudos se transforma também em um passeio, pois sempre sobra um tempo para visitar praias, museus e restaurantes.

 

Gostou de conhecer um pouco mais sobre esse estado? Então, siga as nossas redes sociais – Facebook e Instagram – e fique por dentro de todas as novidades!

 

Viagem de férias ou estudos? Saiba como aproveitar os dois!

Já faz algum tempo que você pensa em fazer uma viagem de férias com os amigos ou sozinho e, de repente, seus pais decidiram apoiar a iniciativa. E agora? Será que vale a pena investir apenas em lazer? Muitos jovens buscam o intercâmbio como uma maneira de aperfeiçoar o inglês, turbinar o currículo e ainda, conhecer um país incrível.

Você ainda não está convencido de que um intercâmbio pode ser uma boa opção? Acompanhe o post e conheça bons motivos!

Por que trocar a viagem de férias por um intercâmbio?mena de costas com gorro preto andando pelas ruas de Nova York

Se você escolhe viajar para a Disney durante as férias, utilizará o seu tempo apenas para curtir o lugar e fazer umas compras. Um intercâmbio, por sua vez, oportuniza tudo isso e muito mais: é possível fazer novas amizades, visitar pontos turísticos e cidades próximas, esclarecer dúvidas sobre a língua com professores nativos e aprender a conviver com uma cultura bem diferente da sua.

A viagem de estudos torna-se uma verdadeira aventura para quem chega de “coração aberto” ao destino. Já pensou que é incrível ter amigos de diferentes lugares do mundo? Isso pode facilitar muito no dia em que  você decidir viajar novamente.

O Cleber Piccione é um exemplo de quem trocou uma viagem de férias por um intercâmbio e hoje já usufrui os benefícios dessa ideia. “A melhor coisa que fiz na vida foi ter feito um intercâmbio a cinco anos atrás. Depois disso mudou meu conceito de vida e agora já estou aplicando minha residência na Austrália”, comentou.

Como você pode notar pelo depoimento, o intercâmbio “abre a cabeça” da pessoa para um mundo de possibilidades. Entre elas estão:

  • a oferta de um emprego no exterior;
  • viagens com hospedagens na casa de amigos;
  • facilidade para obter visto ou permissão de entrada em outros países;
  • conhecimento aprofundado da língua para tentar uma faculdade ou pós-graduação internacional.

Está convencido de que o intercâmbio é uma excelente opção? Então, conheça alguns lugares que recebem bem os brasileiros.

Lugares para fazer intercâmbio de estudos

Há países incríveis para visitar durante as férias e que proporcionam muitas aventuras para jovens e adultos. Conheça os destinos mais procurados:

San Diego

imagem panorâmica de San Diego

A cidade fica localizada no Sul da Califórnia. O local reúne muitas praias,comunidades de surfe, museu, zoológico, restaurantes, bares e parques de diversão. Uma atração muito procurada em San Diego é o Sea World, local conhecido mundialmente por ter baleias e golfinhos adestrados.

Vancouver

imagem panorâmica de Vancouver

Essa cidade do Canadá tem uma paisagem belíssima e privilegiada, pois é banhada pelo mar em um lado, e no outro tem uma cadeia de montanhas. Vancouver oferece muitas opções para os visitantes como:

  • trekking nas montanhas;
  • passeios de bicicleta;
  • parques;
  • restaurantes;
  • lojas;
  • vida noturna agitada.  

Gold Coast

imagem panorâmica de Gold Coast

Essa cidade da Austrália também é uma das queridinhas de muitos brasileiros. O local apresenta muitas opções de lazer para os visitantes e facilita a permanência de quem viaja para estudo.

O bairro Surfers Paradise é o destino de quem gosta da vida noturna ou pretende fazer compras. Há ainda belíssimas praias para passar bons momentos com os amigos.

Já deu para perceber que é muito melhor trocar uma viagem de férias por um intercâmbio, não é mesmo? Você consegue aperfeiçoar outra língua e ainda se divertir muito!

Quer saber mais sobre essa modalidade de viagem? Entre em contato e tire todas as suas dúvidas com nosso time de especialistas!

O Clima de Dublin

Resultado de imagem para dublin weatrher

Dublin, a famosa capital da Irlanda, não é uma cidade de temperaturas muito extremas. Apesar de ter um clima conhecido por ser um tanto instável e imprevisível, o que se deve por ser portuária e receber fortes correntes marítimas do Oceano Atlântico – inclusive, é também por este mesmo motivo que venta tanto por lá –, você geralmente irá se deparar com temperaturas que não devem passar de 0ºC no inverno e de 20ºC no verão.

No entanto, é importante relembrarmos que Dublin é um local de fortes ventos por ter clima influenciado pelo oceano, então mesmo nos meses mais quentes, é possível que o tempo acabe esfriando durante as noites, portanto, sempre leve consigo um agasalho por precaução. Outro fator recorrente na cidade é que as chuvas também são um pouco imprevisíveis – em certas épocas, pode começar e acabar de chover em questão de minutos, pois não é comum que elas venham em abundância, mas é comum que venham com frequência, sendo normalmente bem distribuídas ao longo do ano. Também vale ressaltar que os meses mais chuvosos ocorrem durante o inverno, já que é raro que neve na região – e, quando acontece, não há muita neve –, e isso pode fazer com que a sensação térmica seja muito mais baixa do que realmente está.

Imagem relacionada

Já no verão, as chuvas são quase escassas – apesar que, como já comentamos, ainda há altas chances dos ventos continuarem, então nunca deixe de estar preparado com uma blusa extra – e os dias são bem mais longos, tendo sol por até 17 horas do dia, o que faz desta época ideal para quem quer fazer atividades e passeios ao ar livre, inclusive para curtir algumas praias, como Dollymount Strand e Portmarnock Beach.

Finalmente, há um ponto bastante importante que viajantes se preparando para ir a Dublin (ou qualquer lugar da Irlanda) devem saber: os meses das estações não são iguais aos de padrões europeus, pois o país usa o sistema celta para definir cada estação. Ou seja, os meses de verão vão de Maio a Julho; os meses de inverno vão de Novembro a Janeiro; os meses de primavera vão de Fevereiro a Abril; e os meses de outono vão de Agosto a Outubro.

Resultado de imagem para dublin weatrher

Mobilidade em Dublin

Resultado de imagem para dublin transportation

Dublin pode não parecer uma cidade muito grande, mas é, definitivamente, uma cidade cheia de história, cultura e atrações de sobra que ficam bem distribuídas por toda sua região, portanto, saber quais e como usar os transportes públicos é essencial, independentemente se você está apenas visitando o local ou está morando ou pretendendo morar lá. Outro motivo para usar os transportes de Dublin é que pode ser uma ótima maneira de economizar, principalmente se você mora em bairros da cidade que são mais afastados do centro – desta forma, você não precisará sempre depender de carros e/ou gastar dinheiro com táxis o tempo inteiro.

Existem três tipos de meios de transporte em Dublin: o tradicional ônibus e dois outros conhecidos como “Luas” (metrô de superfície) e “Dart” (trem que percorre a costa da Irlanda).

O ônibus é o meio mais simples, barato e utilizado da cidade, pois há diversos veículos e eles circulam pela região e alcançam diferentes zonas, além de serem muito limpos, acessíveis, amplos (são ônibus de dois andares), contam com Wi-Fi e possuem painéis digitais em cada ponto para que você saiba quais passam por lá e quanto tempo falta para chegarem. No entanto, lembre-se que não existem cobradores no ônibus – o próprio motorista recebe o pagamento da passagem (que pode custar em torno de 1,50 a 3,50 euros), mas são aceitas apenas moedas, e não notas, portanto, certifique-se de ter trocado consigo.

Imagem relacionada

O Luas (que, inclusive, significa velocidade em irlandês) conta, por enquanto, apenas com duas linhas que se deslocam por alguns pontos, e, apesar de não cobrir toda a extensão da cidade, é excelente para quem quer ir a regiões ou mais próximas ao centro ou então mais distantes, como outros destinos nos arredores de Dublin. Assim como os ônibus, o Luas não possui cobrador – para embarcar nesse metrô, basta comprar a passagem (que pode custar entre 3,50 e 6 euros) em uma das máquinas que existem nas estações, mas fique atento: não tente utilizar o transporte sem ter antes o ticket, pois você pode ser surpreendido por fiscais que verificam se todos os passageiros possuem os devidos bilhetes e, caso você for pego, terá que pagar uma multa um tanto alta.

Finalmente, o Dart (sigla para “Dublin Area Rapid Transit”) é o trem da Irlanda e meio de transporte para quem quer viajar não só para áreas centrais de Dublin como também para locais mais afastados e costeiros do país, como cidades e vilas vizinhos (por exemplo, para Malahide, Bray ou o porto de Howth, além de destinos mais populares e turísticos, como Belfast e Galway). Assim como no Luas, você deve comprar seu ticket nas máquinas das estações, mas não existem tarifas fechadas e o valor da passagem irá depender do seu destino de saída e seu destino final.

Resultado de imagem para dublin transportation

Para facilitar o uso dos transportes, principalmente se você permanecer em Dublin por um longo período de tempo, vale a pena adquirir o “Leap Card”, um cartão magnético recarregável que pode ser utilizado tanto para ônibus, Luas, Dart e até para os serviços de ônibus do Airlink para o aeroporto. Outra vantagem para comprar o cartão é também que, nas horas de recarregá-lo para comprar as passagens, você ganha descontos nos valores dos tickets.