Aplicativos de fotos: conheça os melhores e dê um up nas imagens!

Você gosta de compartilhar fotos das viagens e dos restaurantes que visita nas redes sociais? Já foram desenvolvidos diferentes aplicativos de fotos para dar um “up” nas imagens e caprichar na rede.

Muitos apps permitem a inserção de filtros, edições, montagens e outras funcionalidades que são capazes de deixar as imagens mais profissionais. Ficou curioso para conhecer os principais aplicativos de fotos? Então vamos lá!

 

1. Facetune

Este aplicativo é muito fácil de utilizar. O usuário consegue retocar imagens e corrigir imperfeições, como clarear os dentes, remover espinhas e manchas na pele. O Facetune também disponibiliza filtros para dar mais qualidade às fotos, bem como planos de fundo para as imagens. Ele é gratuito para a versão iOS e pago para Android.

2. Adobe Lightroom

O Adobe é um software de edição disponível para empresas e profissionais da área de design. A companhia desenvolveu uma versão em aplicativo para os dispositivos móveis. Ele está disponível para os sistemas Android e iOS, com alguns recursos gratuitos. Entre eles estão:

  • alterações no contraste, cor e exposição;
  • mistura de cores;
  • textura e claridade nas imagens;
  • uso de temporizador e níveis de exposição para criar fotos profissionais.

3. Snapseed

O aplicativo foi desenvolvido pelo Google e está disponível gratuitamente para os usuários de Android e iOS. Ele tem 29 ferramentas e filtros, incluindo opções como perspectiva HDR e estrutura.

O app é um dos mais completos das versões gratuitas e disponibiliza diferentes funcionalidades:

  • cortes;
  • rotação da imagem;
  • ajustes de cor e exposição;
  • balanço de branco.

 

4. Huji Cam

Você sente falta do visual das fotografias feitas em câmeras analógicas? Já existe um aplicativo de fotos que resolve esse problema! O Huji Cam está disponível para iOS e confere um efeito vintage para as imagens, que ficam com a impressão de datas e apresentam tons mais avermelhados.

Já imaginou? É uma forma de “voltar no tempo” e produzir imagens diferenciadas para as suas redes sociais (e para sua memória)!

 

5. No Crop

Este app de fotos tem como principal característica a facilidade de publicar fotos inteiras no Instagram. Você consegue girar e redimensionar as imagens e selecionar 30 filtros diferentes. Além disso, a ferramenta conta com 400 adesivos para serem incluídos nas imagens a fim de deixá-las personalizadas. Outra funcionalidade é o compartilhamento com as redes sociais como o Instagram, Facebook e Twitter.

 

6. Adobe Photoshop Express

Este é um ótimo aplicativo para edição de fotos e tem a qualidade da marca Adobe. Ele permite colagens, recortes e rotação de fotos, bem como apresenta 45 efeitos para as imagens. Entre as funcionalidades preferidas de muitos usuários estão a remoção de manchas e sujeira.

O app é fácil de ser utilizado e ainda permite a adição de textos nas fotos. Você pode utilizar fontes variadas, cores e transparências para criar cenários incríveis. Com apenas um clique você já consegue compartilhar as imagens nas principais redes sociais.

 

E aí, quais desses aplicativos de fotos você mais gostou? Aproveite para baixar e testar as ferramentas e comece a compartilhar imagens incríveis com os amigos!

 

Gostou deste artigo e quer conferir mais dicas? Confira o post que ensina como criar bons ângulos para sua fotografia de viagem!

Como tirar boas fotos durante a viagem? Confira 4 técnicas!

A mala está pronta e você já está esperando o avião para embarcar na viagem dos sonhos. Foram meses de espera, ansiedade e agora chegou o momento de curtir o passeio e fazer registros para guardar de lembrança. E aí, como tirar boas fotos para publicar nas redes sociais, mostrar aos amigos ou simplesmente recordar depois?

menina tirando foto com monumento

Como fazer registros das suas viagens

Não é preciso ser um fotógrafo profissional para fazer imagens que vão demonstrar sua alegria e entusiasmo durante o passeio. Com o uso de algumas técnicas, é possível aproveitar a câmera do seu smartphone ou tablet  para registrar momentos incríveis. Vamos lá?

 

1. Atenção ao “timing”

Algumas situações são únicas e dar atenção ao “timing” é primordial para não perder o registro. Esse pode ser o grande desafio da sua viagem, pois haverá muita novidade ao seu redor.

Tela de um celular tirando foto do nascer do sol

Tirando foto do nascer do sol

Se você acordou cedo e está diante de um lindo nascer do sol, por exemplo, só conseguirá fazer a foto se estiver com o celular na mão (e com bateria, claro!). Por isso dizemos que o timing é importante: é necessário identificar a imagem que se deseja registrar e agir rápido, pois não é possível “recriar” determinados cenários ou situações.

 

2. Enquadramento adequado para tirar boas fotos

Uma imagem bonita depende muito do enquadramento utilizado. A principal técnica usada pelos fotógrafos é a regra dos dois terços, pois acredita-se que o cérebro humano dá mais atenção para os objetos que aparecem no terço vertical ou horizontal.

menina sendo fotografada enquanto tira outra foto

Regra dos dois terços

Por exemplo: em vez de tentar enquadrar uma pessoa bem no meio do ambiente, procure deixá-la um pouco mais à esquerda ou direita. Isso dá mais espaço para você mostrar a paisagem e ainda concentra a atenção nos “dois terços” da foto.

 

3. Iluminação e criatividade

Ainda está se perguntando como tirar boas fotos durante a viagem? Aqui vai mais uma dica: aproveite a iluminação disponível. Muitas vezes é possível criar uma imagem diferente quando o sol baixa e faz sombra em determinado objeto. Essa é uma oportunidade de brincar com a câmera e usar a criatividade para ter fotos incríveis!

Casa do hobbit

Condado dos Hobbits na Nova Zelândia

A iluminação em excesso, por sua vez, pode causar um inconveniente. Se você fizer a foto contra o sol, por exemplo, a imagem ficará branca e provavelmente não haverá muito para ser aproveitado.

4. Diversidade de ângulos

É muito interessante variar os ângulos das pessoas e objetos nas fotos  para ter boas memórias da viagem. Procure trocar o lado utilizado para registrar os pontos turísticos, faça ângulos de baixo para cima e vice-versa e troque o lado em que a pessoa aparece.

menina tirando foto de cima para baixo

Foto de outros ângulos.

Também é interessante testar recursos da câmera para focar ou desfocar objetos. Você pode colocar flores na frente desfocadas e deixar a atração principal mais para trás, por exemplo.

Outra ideia é utilizar o próprio ambiente para criar “molduras” fictícias para deixar suas fotos mais atrativas. Para isso, pode-se utilizar a parede de um lugar, estátuas, pedras, entre outras opções.

 

Agora você já sabe como tirar boas fotos durante a viagem! Basta ter um pouco de paciência, observar o ambiente ao redor para aproveitar o timing certo, caprichar na iluminação e enquadramento.

 

E aí, pronto para testar essas dicas? Depois, aproveite para compartilhar as suas fotos da viagem nos comentários abaixo. 

Como fazer comida brasileira no Canadá?

Uma preocupação de muitas pessoas que pretendem fazer intercâmbio em outro país é a distância geográfica dos alimentos que fazem parte do cotidiano. O que fazer se surgir uma vontade de comer aquele pão de queijo quentinho? Não precisa se preocupar! Nós separamos algumas dicas para você não sentir falta da comida brasileira no Canadá.

Sentiu falta do pão de queijo no Canadá?

Separamos uma lista de estabelecimentos que vendem produtos e restaurantes que são muito frequentados por brasileiros. Que tal conferir?

Onde encontrar comida brasileira no Canadá

O primeiro desafio para elaborar qualquer prato é encontrar os ingredientes corretos. A boa notícia é que o Canadá tem alguns estabelecimentos que vendem produtos brasileiros. Então, é só se programar para as compras em Toronto:

Nosso Talho

Esse é um açougue português, mas que vende muitos itens brasileiros. Entre eles estão o pão de queijo congelado, farinhas, café, arroz, feijão e achocolatados. Então, é só visitar o espaço e garantir o lanchinho brasileiro da semana. O Nosso Talho fica localizado no endereço 1042 Bloor St W.

Highland Farms

O espaço reúne muitas verduras e frutas frescas. Se você gosta de uma alimentação saudável, esse é o lugar certo. O ambiente está localizado no endereço 850 Ellesmere Road.

Pavão Meats

Esse é o destino certo para quem gosta de muitas guloseimas e uma verdadeira picanha brasileira. Veja a variedade de itens disponíveis:

  • pão de queijo;
  • paçoca;
  • picanha;
  • Guaraná Antarctica;
  • suco de maracujá;
  • Bis;
  • coxinha;
  • requeijão.

O espaço está situado no endereço 1435 Dundas Street West.

Pronto! Agora você já sabe onde encontrar os principais alimentos para preparar aquela comida brasileira no Canadá e matar as saudades de casa. Aproveite para convidar alguns amigos e compartilhar as experiências do intercâmbio.

Já se você não é muito interessado em cozinhar, o país também tem diferentes ambientes que oferecem comida brasileira. É só conferir o próximo tópico!

Restaurantes com gostinho brasileiro

Você sente falta daquele delicioso espeto corrido ou de uma mandioca frita? Abaixo, separamos algumas sugestões de lugares para você visitar durante a viagem de estudos. Confira:

Quer carne brasileira no Canadá?

Touro Churrascaria

Esse é o lugar ideal para os amantes do verdadeiro churrasco brasileiro, pois é oferecido um modelo de rodízio de carnes. Você se sentirá verdadeiramente em casa, já que muitos profissionais falam português.

O espaço também oferece opções de sopa, feijoada, frutas, panqueca, abacaxi grelhado e pães. A Touro Churrascaria está localizada na 125 York Blvd, Richmond Hill.

Rio 40º

Esse restaurante fica localizado na área brasileira da cidade e costuma transmitir partidas de futebol. O espaço oferece camarão ao alho e óleo, mandioca frita, frutos do mar e coxinha. Só de pensar já dá água na boca, não é mesmo? O restaurante está na 1256 Street Clair Avenue West.

Sabor Brasil

O espaço oferece diferentes pratos típicos brasileiros como picanha, costela, frutos do mar, mandioca frita, coxinha e bolinha de queijo. Há também opções de acompanhamento como arroz, feijão e couve. Ficou interessado em conhecer? Então, anote o endereço: 1702 Street Clair Avenue West.

Já deu para perceber que é possível se sentir “em casa” durante um intercâmbio de estudos, não é mesmo? Aproveite para dar o próximo passo nas suas pesquisas e descubra como aproveitar bem a sua viagem!

 

Por que fazer um intercâmbio nas férias é melhor do que ir para a Disney?

Você passou alguns anos estudando inglês, mas tem dúvida se sabe se comunicar bem em outro país? Fazer um intercâmbio nas férias é uma ótima oportunidade de aprimorar o idioma e ainda praticá-lo no exterior.

Isso se torna mais vantajoso do que fazer uma viagem para a Disney, por exemplo, em que você apenas vai passar um tempo e se divertir. Que tal conferir os principais motivos para optar por viajar com foco nos estudos?

1. Aperfeiçoamento da língua

Um curso de idiomas no país em que a língua é falada torna-se mais eficiente do que aquele feito no Brasil. Isso porque o aluno tem a oportunidade de praticar o idioma em todos os lugares, seja para pegar um transporte coletivo, fazer compras no supermercado ou passear.

Essa prática do dia a dia deixa o uso da língua tão “automático” que logo você passará a pensar naquele idioma. Pode até acontecer de voltar para o Brasil e soltar um “Hello” no aeroporto.

2. Conhecimento de uma nova cultura

Muitos adolescentes sonham em conhecer lugares e outras culturas. Esse é o seu caso? O intercâmbio durante as férias é uma oportunidade para quem deseja aprender mais sobre o estilo de vida em outro país.

Você passa a entender como as pessoas se alimentam diariamente, por que determinado feriado é tão importante para aquele povo e quais são as vantagens e desvantagens de viver naquele local.

3. Ganho de independência

É comum ocorrerem alguns contratempos no início do intercâmbio, muitas vezes por dificuldade de se expor à língua estrangeira. Porém, quem passa por essa experiência descobre uma força dentro de si que não imaginava.

O jovem, então, passa a perceber que consegue resolver situações do cotidiano e ganha mais confiança para encarar os desafios do dia a dia. Essa experiência poderá ajudá-lo no futuro, como em uma entrevista de emprego ou no momento em que decidir morar longe dos pais.

4. Conquista de novas amizades

A experiência de um intercâmbio nas férias é única. Durante o curso, você conhece pessoas de diferentes países que foram para lá com o mesmo objetivo que você. Já imaginou como é interessante conseguir conversar com colegas de diferentes lugares do mundo utilizando o inglês?

Isso costuma fortalecer as amizades feitas durante a viagem e cria oportunidades no futuro.

Quem sabe esse seu amigo não se transforma em um companheiro de novas aventuras?

5. Aprendizado e turismo caminhando juntos

Fazer um intercâmbio nas férias é uma maneira de aprender e se divertir ao mesmo tempo. Você tem aulas durante um período do dia e depois pode visitar pontos turísticos da cidade, participar de atividades culturais e conhecer um pouco mais sobre a história do país. E você ainda terá fotos incríveis para compartilhar com os seus amigos nas redes sociais!

Por esses motivos, a viagem de intercâmbio nas férias se torna muito mais rica para o jovem do que apenas um passeio de turismo, seja para a Disney ou qualquer outro lugar. Até porque você já estará pensando lá na frente, no momento em que cursar uma faculdade ou decidir procurar um emprego.

Gostou das nossas dicas e quer saber mais sobre a experiência de viajar para aprender? Siga a nossa página no Instagram e confira os exemplos de pessoas que já tiveram essa experiência!

 

O Clima de Dublin

Resultado de imagem para dublin weatrher

Dublin, a famosa capital da Irlanda, não é uma cidade de temperaturas muito extremas. Apesar de ter um clima conhecido por ser um tanto instável e imprevisível, o que se deve por ser portuária e receber fortes correntes marítimas do Oceano Atlântico – inclusive, é também por este mesmo motivo que venta tanto por lá –, você geralmente irá se deparar com temperaturas que não devem passar de 0ºC no inverno e de 20ºC no verão.

No entanto, é importante relembrarmos que Dublin é um local de fortes ventos por ter clima influenciado pelo oceano, então mesmo nos meses mais quentes, é possível que o tempo acabe esfriando durante as noites, portanto, sempre leve consigo um agasalho por precaução. Outro fator recorrente na cidade é que as chuvas também são um pouco imprevisíveis – em certas épocas, pode começar e acabar de chover em questão de minutos, pois não é comum que elas venham em abundância, mas é comum que venham com frequência, sendo normalmente bem distribuídas ao longo do ano. Também vale ressaltar que os meses mais chuvosos ocorrem durante o inverno, já que é raro que neve na região – e, quando acontece, não há muita neve –, e isso pode fazer com que a sensação térmica seja muito mais baixa do que realmente está.

Imagem relacionada

Já no verão, as chuvas são quase escassas – apesar que, como já comentamos, ainda há altas chances dos ventos continuarem, então nunca deixe de estar preparado com uma blusa extra – e os dias são bem mais longos, tendo sol por até 17 horas do dia, o que faz desta época ideal para quem quer fazer atividades e passeios ao ar livre, inclusive para curtir algumas praias, como Dollymount Strand e Portmarnock Beach.

Finalmente, há um ponto bastante importante que viajantes se preparando para ir a Dublin (ou qualquer lugar da Irlanda) devem saber: os meses das estações não são iguais aos de padrões europeus, pois o país usa o sistema celta para definir cada estação. Ou seja, os meses de verão vão de Maio a Julho; os meses de inverno vão de Novembro a Janeiro; os meses de primavera vão de Fevereiro a Abril; e os meses de outono vão de Agosto a Outubro.

Resultado de imagem para dublin weatrher

Como é o custo de vida em Dublin?

Resultado de imagem para dublin

Independentemente do que você queira fazer em Dublin, opções é o que não faltam – seja para sair curtir uma noite badalada em bares, pubs e baladas; para conhecer muita cultura e história; para descansar em parques e outros lugares cênicos; ou para trabalhar e estudar. Seja o que for, você nunca se encontrará entediado na capital irlandesa! No entanto, para poder aproveitar tudo isso, vale ressaltar que ela possui um dos maiores custos de vida da Europa – mas, em contrapartida, tem também um dos salários mínimos mais altos entre todas as cidades europeias, portanto, é totalmente possível manter um orçamento baixo e uma vida equilibrada sem precisar abrir mão de lazer, estudos e entretenimento.

Por exemplo, um dos pontos que mais preocupam principalmente estudantes são os gastos com moradias em Dublin, uma vez que, dependendo da região, como no centro da cidade, o aluguel pode realmente ser mais alto. Neste caso, a melhor opção é escolher uma moradia situada em áreas um pouco mais afastadas, pois além de diminuir muito o custo de vida (para se ter uma ideia, o aluguel mensal de um apartamento no centro pode custar até 2.500 euros, enquanto em outras áreas mais distantes o aluguel mensal abaixa para 1.500 euros), também há o fato de que os transportes públicos de Dublin são excelentes e facilitam não só o deslocamento pela cidade como também para manter seus gastos baixos. E lembre-se também que, se for possível encontrar outras pessoas para dividir a moradia com você, os valores do aluguel e das despesas básicas (eletricidade, água, internet, etc.) ficarão ainda menores.

Imagem relacionada

Já para compras de supermercado para alimentação e outras despesas para a moradia (bebidas, produtos de limpeza, etc.), é aconselhável separar entre 70 a 100 euros por mês. Em Dublin, assim como em outras cidades da Europa, é possível encontrar produtos de alta qualidade por preços baixos em mercados mais populares, como são os casos do Tesco e Lidl, onde você pode comprar leite e pão por apenas um euro. No entanto, se você gosta de sair para almoçar e jantar com frequência, saiba que pode achar também ótimos restaurantes que cobram de 20 a 30 euros para uma refeição de até três pratos, incluindo entrada, prato principal e sobremesa.

Também para quem gosta de fazer compras de roupas e outros produtos pessoais, há centenas de opções que não irão estourar seu orçamento, como as famosas lojas de departamento (Primark, H&M, Topshop), que possuem ótima qualidade, mas os valores para comprar, por exemplo, uma blusa ou vestido, variam de apenas 10 a 30 euros.

Finalmente, vale lembrar que, independentemente de qual for seu gasto, é importante não ficar sempre convertendo os valores do euro para real, pois como é uma moeda mais cara, a diferença pode assustar e estragar sua viagem – mas isso também não quer dizer que você terá que ficar no negativo durante sua estadia lá. Basta se preparar e curtir essa cidade incrível que é Dublin!

Resultado de imagem para dublin

Por que San Diego é tão legal?

Imagem relacionada

San Diego é uma das cidades mais animadas e visitadas dos Estados Unidos – não é à toa que é tão querida por tantos turistas de todos os lugares do mundo. Com muito sol e beleza, a cidade oferece centenas de opções de atrações, passeios e atividades para fazer e, por isso, nós selecionamos alguns atrativos que simplesmente não podem ficar de fora da lista de nenhum viajante!

Resultado de imagem para san diego zoo

Começando pelo San Diego Zoo, um dos principais e mais imperdíveis pontos turísticos da cidade, já que se trata não só de um dos maiores e mais famosos zoológicos, como também o melhor do mundo, de acordo com os comentários e classificações do TripAdvisor – são cerca de quatro mil animais de 650 espécies diferentes, incluindo macacos, elefantes, girafas, leões, ursos polares, rinocerontes, aves, zebras, pandas, entre tantos outros. Além disso, o zoológico ainda conta com teatro 4D, habitats especiais para certos tipos de animais, como elefantes, pandas e ursos polares, e um bondinho para conhecer tudo isso com uma incrível vista panorâmica (o Skyfari).

Apesar de ter gerado polêmicas por conta da criação de cativeiro de animais marinhos, outra ótima opção de atividade divertida e relaxante para viajantes de todas as faixas etárias fazerem é o Parque SeaWorld, onde você também poderá se deslumbrar com os golfinhos, tubarões, cavalos, tartarugas, leões marinhos etc., e ainda curtir passeios radicais como montanhas russas, tobogãs e outros tipos de brinquedos.

Há também outro parque de diversão que vale muito a pena conhecer – o Belmont Park. Situado à beira-mar e fornecendo uma bela vista que faz você se sentir em um filme americano, o parque é uma excelente opção para passar a tarde se divertindo em sua imensa montanha russa de madeira, em seu mini campo de golf ou fazendo escaladas e rapel.

Imagem relacionada

Já para curtir o lado mais cultural de San Diego, não deixe de passear pela Gaslamp Quarter, um dos locais mais movimentados e animados da cidade, com restaurantes, baladas, bares, lojas e festivais de sobra, e também pelo Balboa Park, maior parque cultural dos Estados Unidos, com teatros, museus, jardins e ainda mais opções de zoológicos. E se seu negócio é fazer compras, aproveite para ir ao shopping Fashion Valley Mall, que, além de ser extremamente moderno, bonito e possuir uma estrutura magnífica, conta também com famosas lojas que vendem tanto roupas de marcas de grife como de marcas acessíveis, desde Tiffany & Co., Hugo Boss e Louis Vuitton até JC Penney, Macy’s e Bloomingdale’s, além de ter muitos restaurantes e cafés deliciosos. Outra opção para quem está mais ao norte de San Diego é o UTC Mall, que possui o mesmo nível do Fashion Valley.

Para quem gosta de esportes, não deixe de visitar o PETCO Park, um espetacular estádio de beisebol (ou baseball) da cidade e lar do time San Diego Padres. Além de poder assistir aos jogos desse famoso esporte americano, você poderá também fazer um tour especial por dentro do estádio para conhecer seu campo, arquibancadas, salas privadas, sala de troféus, lojas e, é claro, a história do local e do próprio esporte – e, de quebra, tirar quantas fotos quiser! Além disso tudo, o local também conta com uma grande variedade de restaurantes, lojas e cervejarias locais que valorizam as marcas locais e incentivam os empreendedores da região, praticando o desenvolvimento sustentável.

Resultado de imagem para san diego beaches

Finalmente, há os atrativos que viajante nenhum pode deixar de fora da lista, e eles são, é claro, as várias praias de San Diego. Entre as mais famosas e imperdíveis estão a La Jolla Beach, uma das melhores e mais sofisticadas praias da região; a Ilha de Coronado, que fica em um pequeno distrito em frente a San Diego e é uma das praias mais queridas e visitadas pelos turistas; a Mission Beach, onde fica a Wave House (famoso bar temático com uma incrível piscina de onda à beira da praia) e o Belmont Park, ou seja, você pode curtir a praia durante a manhã e se divertir nesses outros locais durante a tarde, se quiser; a Ocean Beach, ponto ideal especialmente para se exercitar e praticar esportes; e a Pacific Beach, um dos melhores locais de San Diego para surfar e a praia mais badalada e agitada da cidade, reduto de jovens universitários e intercambistas internacionais.

Entre em contato para saber mais e receber um orçamento!

O Clima de San Diego

Resultado de imagem para san diego

San Diego é, sem dúvidas, uma das melhores cidades dos Estados Unidos quando se trata do clima. Com muito sol e temperaturas amenas que se mantém estáveis e agradáveis durante o ano inteiro, é um lugar perfeito para ser visitado em qualquer época do ano, seja no verão ou no inverno.

Para entender melhor, o clima de San Diego é mediterrâneo e semiárido, o que significa que chove muito raramente e, com isso, proporciona oportunidades de sobra para curtir o dia praticando atividades outdoors – você mal encontrará uma nuvem no céu e, portanto, nunca deixará de fazer algo que quer por causa de chuvas! Inclusive, o clima de San Diego é considerado o melhor dos Estados Unidos e da América, com temperaturas que permanecem sempre amenas, girando entre 15ºC e 25ºC, tanto no verão quanto no inverno. E, principalmente nos dias em que o céu está realmente limpo e claro, o pôr-do-sol é até mesmo considerado um dos mais bonitos do mundo, já que proporciona uma visibilidade perfeita aos espectadores.

Resultado de imagem para san diego

Outra curiosidade interessante é que, para quem não quer passar o dia só praticando esportes ou na praia, todos os shoppings e centros comerciais da cidade são abertos, e ficar passeando por eles em um delicioso dia ensolarado também um passatempo relaxante e muito divertido.

No entanto, vale ressaltar alguns pontos. Por exemplo, até durante os meses mais quentes, é importante estar preparado e levar opções de roupas, pois mesmo que a temperatura esteja mais alta durante o dia, você pode sentir um pouco de frio à noite caso não tenha ao menos um agasalho para se proteger daquela brisa marítima, que pode ser um tanto gelada. Além disso, as águas das praias de San Diego são bastante frias o ano todo, uma vez que o oceano é o pacífico na região, então para os surfistas de plantão, não esqueça de levar em sua mala um wetsuit com pelo menos 4 mm para não passar frio!

Outro ponto importante para saber é que, mesmo com seu clima incrível e ensolarado, os meses de Maio e Junho podem ficar um tanto cinzentos e nublados – os moradores de San Diego até mesmo apelidaram essa época de “May Gray” e “June Gloom”, que, respectivamente, podem ser traduzidos para “Maio Cinza” e “Junho Escuro”.

Resultado de imagem para san diego

Mas, ainda assim, os dias de sol reinam na cidade de San Diego. E inclusive para quem estiver enjoado de tanto sol e quiser mudar um pouco de cenário, é possível ver neve e praticar esportes de inverno durante os meses mais frios em Big Bear, que fica localizado apenas a 2,5 horas de San Diego! Lembrando apenas que a Califórnia está em outra linha do hemisfério, portanto, quando é verão aqui, significa que é inverno por lá e assim por diante.

Entre em contato para saber mais e receber um orçamento!

Qual é o custo de vida em San Diego?

Resultado de imagem para San Diego

Para quem curte belas praias, sol, atividades ao ar livre, ótimo clima e, no geral, um estilo de vida tranquilo e muito agradável, San Diego é o destino perfeito. Uma cidade que incorpora perfeitamente aquele jeito Californiano de viver, onde você pode tanto curtir as paisagens naturais relaxantes, ou os restaurantes, boates e bares badalados, ou então os parques divertidos e um dos zoológicos mais famosos dos Estados Unidos, opção é o que não falta por lá! Além disso, San Diego conta ainda com excelentes universidades e escolas de intercâmbio e é também cheio de cultura e diversidades de nacionalidades, gastronomia, artes etc., o que faz dele um lugar absolutamente incrível seja para visitar, para estudar ou até mesmo para morar.

No entanto, um dos maiores medos e principais motivos que impede brasileiros de viajar ou morar fora é pelo fato de acreditarem que o custo é alto demais. Ainda assim, é muito possível viver com conforto e tranquilidade em San Diego sem gastar mais do que o necessário, pois há inúmeras maneiras de diminuir o custo e as despesas, já que, mesmo com o dólar caro, os Estados Unidos oferece diversas opções mais baratas para uma qualidade de vida melhor do que encontra-se pelo Brasil. Por exemplo, você pode fazer uma refeição deliciosa por apenas cinco dólares – e, de quebra, há uma enorme variedade de culinárias de diferentes partes do mundo para experimentar – e, por esse mesmo preço, você pode comprar um passe de ônibus que dura o dia inteiro.

O ideal e mais importante é não ficar sempre convertendo o valor do dólar para o real, principalmente se a ideia for passar um longo período de tempo fora!

Resultado de imagem para San Diego

Ainda para quem deseja morar em San Diego, vale a pena saber também que é possível comprar um carro usado por apenas $2.500, o que facilita a locomoção para quem vai passar muito tempo na cidade. Já para quem irá apenas passar alguns dias ou semanas no local, a melhor opção, principalmente se você pretende fazer compras e caso não queira depender dos transportes públicos ou gastar todos os dias com táxis, é alugar um carro – o que você pode conseguir, em algumas locadoras, por até $400 por mês, sendo que a gasolina é muito barata e encher o tanque de um carro econômico custa apenas $30 em períodos de baixa temporada. Mas, caso não se importe de usar os transportes, a recomendação é fazê-lo, pois é a maneira mais fácil de economizar e manter o custo de vida em San Diego mais baixo, já que o passe mensal de ônibus fica mais barato do que manter um carro alugado.

Outro exemplo de economizar em San Diego é fazendo compras nos supermercados ao invés de sempre fazer suas refeições fora de casa – por exemplo, você pode gastar menos de $200 para abastecer sua casa para o mês inteiro!

Já para a moradia, uma ótima opção que podemos oferecer é nossa Casa da Cali, uma acomodação exclusiva da agência (sem terceirização) para os nossos clientes que garante segurança, boa localização, muito conforto (inclui TV, internet, jacuzzi, piscina, quadra esportiva, academia, uma cozinha totalmente equipada, lavanderia, serviço de limpeza semanal e jogo de cama completo), além de, é claro, o melhor preço do mercado – é sua casa longe de casa!

Entre em contato para saber mais e receber um orçamento! 

High School na Nova Zelândia

Resultado de imagem para new zealand

A Nova Zelândia é um país riquíssimo, não só em termos de paisagens naturais de tirar o fôlego, como também nos quesitos de cultura, educação e qualidade de vida – não é à toa que vem cada vez mais se destacando como um excelente destino para quem quer estudar fora. Entre brasileiros, principalmente, o curso de high school, equivalente ao ensino médio aqui no Brasil, é um dos mais populares e até mesmo se tornou a preferência dos pais e alunos ao invés do intercâmbio cultural, uma vez que os adolescentes tem a oportunidade de viajar, aprender o idioma e ter um incrível crescimento pessoal enquanto estudam as mesmas matérias na escola e, desta forma, não precisam perder aulas e se atrasar nos estudos quando retornarem para o Brasil.

Outro ponto positivo do high school é que os alunos estarão imersos no dia-a-dia, rotina e vida de um estudante neozelandês, o que significa que, além de absorver sua cultura muito mais rapidamente, o uso do idioma será constante e de uma forma mais natural do que em um curso de inglês tradicional. E, no futuro, isso poderá ainda ser uma grande vantagem ao adolescente ao entrar no mercado de trabalho.

Já um fato interessante para os pais é que um curso de high school de um ano na Nova Zelândia fica muito mais em conta que, por exemplo, os Estados Unidos ou Canadá – isso porque o dólar neozelandês é quase 30% mais barato que o dólar americano.

 

Resultado de imagem para new zealand

E com tudo que a Nova Zelândia tem a oferecer, o país começou inclusive a se igualar aos Estados Unidos e Canadá quando se trata de estudar fora, e os motivos são vários: é considerado um dos países com uma das melhores qualidades de ensino e possui até mesmo algumas das universidades de mais alto nível do mundo; tem clima tropical, parecido com o do Brasil, o que pode facilitar a adaptação para o jovem; possui uma forte influência britânica, sendo que Christchurch (uma de suas principais cidades) é considerada a cidade mais britânica do mundo fora da Inglaterra; é um lugar totalmente seguro para morar, tanto na questão de sua forte economia quanto de sua baixa criminalidade, pois tem o menor índice de corrupção do mundo; conta com cenários cinematográficos que garantem momentos inesquecíveis e atividades muito divertidas; e, para fechar com chave de ouro, neozelandeses são conhecidos por serem um povo honesto, simpático e receptivo.

O único ponto que geralmente preocupa os pais e estudantes é o fato de haver terremotos, mas, mesmo assim, ainda é considerado um lugar muito seguro devido à preparação e cuidado do país na hora de lidar com estes possíveis desastres naturais, diminuindo ao máximo qualquer tipo de risco a seus moradores ou turistas.

Entre em contato para saber mais sobre os programas de High School na Nova Zelândia!

Resultado de imagem para new zealand