Como convencer os pais a fazer intercâmbio? Veja 5 dicas!

Fazer intercâmbio é uma experiência incrível para um jovem e pode abrir muitas portas no mercado de trabalho no futuro. Mas, também não é uma opção barata e você vai vivenciar tudo longe de casa (e dos olhos dos pais). Aí vem aquele problema: como convencer os pais de que você tem maturidade para fazer intercâmbio?

A chantagem não é o melhor caminho. No momento da conversa é necessário mostrar os benefícios do intercâmbio para sua vida e também convencê-los de que você consegue se virar sozinho em outro país. Preparamos algumas dicas para ajudá-lo nesse processo. Ficou curioso? Então vamos lá!

1.Estude diferentes opções de intercâmbio

Faça pesquisas sobre os principais destinos que falam a língua a ser aperfeiçoada. Estude as características de cada local, moeda utilizada, valor do intercâmbio e guarde também alguns depoimentos de jovens que participaram de uma experiência como essa no país.

Essa é uma maneira de se preparar bem para conversar com os seus pais e saber na ponta da língua as diferentes opções para a sua viagem (e também aquele destino que você mais se interessou).

2.Chame-os para uma conversa

Reúna-se com os seus pais e deixe de lado todos os aparelhos e situações que podem tirar a atenção da conversa. Esse é um momento importante e você precisa estar 100% concentrado no diálogo, argumentos e perguntas que podem surgir.

Não precisa ter receio de falar sobre o assunto, pois o máximo que poderá receber é um “não” ou uma resposta como “vamos pensar”. Procure entender também a posição dos seus pais, pois nem sempre é fácil dar uma resposta na hora.

Mantenha a calma para conseguir apresentar todos os benefícios de fazer um intercâmbio. Você pode lembrá-los que hoje há poucas vagas de emprego e quem estiver mais preparado terá melhores oportunidades, e o intercâmbio é um processo importante para isso.

Se for preciso, apresente para eles alguns exemplos de vagas de emprego que pedem uma ou duas línguas estrangeiras (é possível encontrar várias no LinkedIn). Isso poderá ajudá-lo na construção das ideias.

3.Mostre que fazer um intercâmbio não é abandonar a família

Muitos pais podem se sentir inseguros com a viagem do filho para fora do país. Por isso, também é o seu papel demonstrar que eles poderão acompanhar todo o seu intercâmbio por meio do envio de fotos e conversas pelos WhatsApp. Também é importante mostrar para eles que algumas agências de intercâmbio mantêm uma equipe de suporte no país da viagem, pois isso os deixará mais tranquilos.

4.Demonstre comprometimento

Procure transmitir uma confiança para os seus pais. Para tanto, você precisa manter as boas notas no colégio e demonstrar que está se esforçando para economizar.

Lembre-se de que estudar no exterior não é barato e se você ajudar em casa isso poderá contar pontos para fazer o intercâmbio. Se achar que eles podem gostar, procure um trabalho em meio período para ganhar um dinheiro extra e ajudar a pagar os estudos.

Karen Gillan Thumbs Up GIF - Find & Share on GIPHY

5.Valorize a experiência de fazer intercâmbio

Estudar no exterior ainda é uma experiência para poucos e você pode chamar a atenção dos seus pais para isso. A viagem proporcionará muito aprendizado, aperfeiçoamento de uma língua estrangeira e também te deixará mais responsável.

Travel GIF by Evan Hilton - Find & Share on GIPHY

Ao valorizar essa experiência, os seus pais também se sentirão motivados a te ajudar. E claro, eles desejam o melhor para o seu futuro e farão o possível para isso. Por último, você pode lembrá-los de que os países onde são feitos intercâmbios são mais seguros do que o Brasil. 😉

E aí, está pronto para convencer os pais de que fazer intercâmbio será ótimo para o seu futuro? Se precisar de uma ajudinha extra é só conversar com a gente!

Tudo que você precisa saber sobre High School

O High School é uma modalidade de intercâmbio que dá ao jovem a oportunidade de estudar em outro país por um período de seis meses a um ano. A ideia é cursar um ano equivalente ao realizado no Brasil no Ensino Médio, com a vantagem de aperfeiçoar outro idioma, conhecer uma cultura diferente e melhorar o currículo.

Diante do custo para manter um estudante no ensino privado no país, muitos pais já optam por oferecer o High School aos seus filhos. Quer saber se essa é uma opção adequada para a sua família? Explicamos tudo sobre o assunto a seguir!

Como funciona o High School?

Há opções de estudo em diferentes países, como Canadá, Estados Unidos, Nova Zelândia, Austrália, África do Sul e algumas regiões da Europa. Portanto, antes de iniciar o processo do intercâmbio é indicado pesquisar sobre as localidades e escolher, junto com o filho, o destino ideal.

Antes de liberar o jovem para estudar em outro país os pais se preocupam com diferentes fatores como: controle dos horários de estudo, acompanhamento do aprendizado, local de moradia e adaptação. Por isso, explicamos a seguir como funciona a hospedagem e o monitoramento dos jovens:

Moradia

A vantagem do High School é justamente a oportunidade de o adolescente “aprender a se virar” um pouco mais por conta própria. Ele é acolhido por uma família local como se fosse um filho e consegue participar de todo o seu cotidiano. Assim, acompanha os costumes, hábitos alimentares e ainda aprende a seguir os padrões daquela residência.

Outra opção é a moradia nas “Boarding Schools”, ou seja, escolas particulares que funcionam em regime de internato. Nelas, o estudante fica hospedado dentro do campus ou próximo à escola com direito à pensão completa. Os monitores da escola são responsáveis por monitorar os alunos e ajudá-los quando surge alguma dificuldade.

Logo, essas duas modalidades de hospedagem proporcionam muito aprendizado ao jovem, que precisa se adaptar a um novo contexto de vida.

Duração

O intercâmbio de High School pode durar de um a dois semestres letivos, lembrando que em muitos países as atividades escolares iniciam entre os meses de julho e setembro.

Visto

O visto de estudos em outro país costuma passar por um processo diferenciado e, por isso, exige muitas documentações e pode levar mais tempo para ficar pronto. Sendo assim, é indicado avaliar essa oportunidade de intercâmbio com antecedência e procurar uma agência especializada para orientá-lo.

Quais são as principais vantagens de fazer o High School?

Não há dúvidas de que um intercâmbio abre muitas portas para o jovem quando ele decide entrar no mercado de trabalho. Afinal, ele consegue aperfeiçoar a pronúncia e escrita em um idioma estrangeiro, o que é muito valorizado pelas maiores companhias ao redor do mundo. Além disso, o High School favorece o desenvolvimento do adolescente em diferentes áreas:

Crescimento Pessoal

O jovem sai de sua zona de conforto e precisa se adaptar a um novo contexto. Isso favorece o crescimento pessoal, permitindo que o adolescente tenha mais confiança para encarar os desafios de sua rotina.

Imersão em outra cultura

É incrível poder viajar, saborear diferentes pratos e ainda aprender! Já imaginou todas as experiências que serão vivenciadas por um jovem que permanece por alguns meses em outro país? Com certeza essa é a melhor oportunidade que os pais podem oferecer aos seus filhos.

Eles voltarão para casa motivados, cheios de expectativas sobre o futuro e vontade de fazer coisas diferentes. Afinal, puderam aprender sobre outra cultura e agora conseguem incorporar muitas situações no dia a dia.

E aí, o que achou dessa ideia de incentivar o seu filho a fazer um High School? Deixe o seu comentário ou dúvida abaixo, assim podemos ajudá-lo com mais informações.